Connect with us

Sociedade

Falta de fiscalização contribui para venda ilegal de medicamentos, diz especialista

Published

on

O especialista em gestão e administração Pública, Denilson Duro, afirma que a falta de fiscalização tem contribuído para o aumento da venda de medicamentos na via pública.

Em declarações à Rádio Correio da Kianda, Duro denunciou que parte dos medicamentos que vão parar na rua e nas farmácias privadas “tem a cobertura de alguns funcionários dos hospitais públicos”.

Por sua vez, populares em Luanda afirmaram que recorrem aos mercados informais para compra dos medicamentos, devido as constantes faltas dos mesmos nos hospitais.

O bastonário da Ordem dos Farmacêuticos de Angola, Santos Nicolau, disse que existem actualmente, em Luanda, mais de dois mil estabelecimentos de venda de medicamentos, entre farmácias, ervanárias e depósitos a exercerem actividade de forma ilegal e venderem produtos de origem duvidosa, por isso, apelou os cidadãos “a não colocarem a sua saúde em risco”.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *