Connect with us

Economia

Fábrica de Cimento do Cuanza Sul reduz produção por falta de clientes

A Fábrica de Cimento do Cuanza Sul (FCKS), situada na cidade do Sumbe, reduziu a sua produção diária, de cinco mil para mil e 500 toneladas, por falta de clientes.

Published

on

A situação foi manifestada hoje pelo director das Operações da unidade fabril, Edmundo Ferreira, ao embaixador namibiano em Angola, Patrick Nandago, durante uma visita que efectuou ao empreendimento.

Justificou que a pouca procura do produto se deve à crise económica que muitas empresas construtoras, e não só, atravessam neste momento.

O diplomata constatou que a fábrica possui serviços de exploração mineira, produção central de energia, de gesso, britadeira de calcário.

Tem 800 trabalhadores e produz, internamente, 36 milhões de sacos de cimento por dia.

Posteriormente, Patrick Nandago visitou a escola de formação do Cuacra, no Sumbe, onde, da direcção da instituição, recebeu explicações detalhadas do seu  funcionamento.

Tomou conhecimento que, anteriormente, a escola funcionou em regime de internato, mas deixou em 2015 por falta de meios financeiros. Tem sete laboratórios, três salas de aula e nove formadores.

Desde a sua fundação, em 1994, já formou dois mil e 124 técnicos nas áreas de serralharia, alvenaria, electricidade de baixa tensão, canalização, mecânica auto e climatização.

No final das visitas, o embaixador mostrou-se impressionado com o que viu e predispôs-se a levar propostas aos empresários do seu país, no sentido de fazerem parceria com angolanos,

No âmbito da sua estada no Cuanza Sul, Patrick Nandago tem  vai deslocar-se aos municípios da Quibala, Cela e Libolo, com objectivo de identificar áreas onde os empresários namibianos possam investir.

 

C/ Angop

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas