Connect with us

Politica

“FAA estão em prontidão para segurança das populações”, garante porta-voz

Published

on

O chefe do estado-maior general das Forças Armadas Angolanas (FAA), General Egídio de Sousa “Disciplina”, cumpre, desde esta sexta-feira, 12, uma visita de trabalho de três dias na província do Cuando Cubango, com objectivo de “avaliar o grau de prontidão das tropas da 5ª Divisão de Infantaria mecanizada da Região Militar Sul, incumbida de garantir a inviolabilidade do solo pátrio, a partir do Sudeste de Angola.

A informação foi avançada à imprensa pelo porta-voz das Forças Armadas Angolanas, brigadeiro Jorge Napoleão, que disse ainda que o chefe do estado-maior general vai também passar em revista as condições de logística, dormitório, técnica militar, dentre outras acções que estão a ser desenvolvidas para o bem estar dos efectivos da 5ª divisão de infantaria mecanizada estacionados no Rivungo, Mavinga, Menongue, Dirico e Cuangar.

“A constatação das infra-estruturas onde estão estacionados os militares da 5ª Divisão de Infantaria da Região Militar Sul, a sua condição social, material, alimentação, saúde, moral e combativa, figura entre as preocupações do chefe do estado-maior general que deverá passar nas principais unidades das FAA”, disse.

Destacou que as “mochilas dos militares angolanos estão permanentemente preparadas para a defesa, integridade e inviolabilidade do território nacional, contra qualquer invasão, quer seja, por terra, mar ou via aérea. As FAA estão firmes e em prontidão para a defesa da soberania nacional e segurança das populações”.

O porta-voz do estado-maior das Forças Armadas Angolanas, brigadeiro Jorge Napoleão, sublinhou que as FAA representam um elemento importante para a manutenção da paz e asseguramento da integridade territorial, razão pela qual a sua preparação táctica e manutenção da técnica deve ser permanente.

Colunistas