Connect with us

Mundo

Expansão do M23 preocupa chefe da missão da paz na RDC

Published

on

O chefe da missão de paz da ONU na República Democrática do Congo (RDC) manifestou a sua preocupação e alertou para uma expansão militar “sem precedentes” do grupo rebelde M23 no leste do país.

O responsável disse, por outro lado, que a expansão do M23 está a condicionar e agravar a situação humanitária naquela região da RDC. Keita avançou que “desde a realização das eleições gerais do ano passado, o M23 avançou significativamente e expandiu o seu domínio territorial de uma forma sem precedentes, causando uma situação humanitária ainda mais grave”, e aumentou substancialmente o número de deslocados, disse Bintou Keita ao Conselho de Segurança da ONU, citado neste domingo, pelos órgãos internacionais.

Keita, que é também o representante especial do secretário-geral da ONU na RDC, apelou à retirada de “todas as forças estrangeiras que operam ilegalmente” em território congolês e ao desarmamento dos grupos rebeldes.

Vale lembrar que, o presidente angolano João Lourenço, e campeão da paz lidera o processo de negociações para estabilidade naquela região da RDC, muito recentemente os presidentes, Tshisekedi e Kagame estiveram em Luanda, em momentos diferentes, na ocasião, o chefe da diplomacia angolana Tete António disse á imprensa que Paul Kagame estava disposto para um encontro com o seu homólogo congolês Félix Tshisekedi, em data a anunciar oportunamente.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.