Connect with us

Politica

“Existe condições para realização das autarquias em Angola”, diz docente

Published

on

O docente e coordenador do Projecto Agir, Fernando Sakwayela Levi Molowingui, disse, em declarações ao Correio da Kianda, que tem acompanhado “com preocupação, os pronunciamentos do Presidente da República em relação às autarquias locais, considerando que o Chefe de Estado tem usando subterfúgios para evitar a realização das mesmas ao longo do seu mandato”.

Segundo Fernando Sakwayela Levi Molowingui, “tem sido muito triste assistir um Presidente que não tem vontade de realizar a vontade geral dos angolanos, nem vontade de aprofundar a democracia, através da participação pública e directa”, bem como, segundo o activista cívico, “João Lourenço, em vez de se esconder em subterfúgios de falta de condições, devia, de forma objectiva, apresentar a sua ideia de condições que se refere”.

O defensor para realização das autarquias em Angola defende a transferência das estruturas das administrações municipais para as autarquias. O auto-denominado autarca, diz que uma das condições da implementação das autarquias é a legitimação de gerir a coisa pública nos municípios, “onde o cidadão deve votar e eleger quem vai nos dirigir, bem como, o orçamento local, estando próximo dos cidadãos”.

“Olhando para condições das administrações municipais e comunais, questionamos que razão de ser o Presidente da República tem em torno do entendimento de condições, porque existe infra-estrutura e como também, podemos adaptar as outras e com o tempo elas virem a evoluir em termo de infra-estrutura”, frisou o docente.