Connect with us

Politica

Executivo prevê atribuir 50 mil novas bolsas de estudo até 2027

Published

on

Cerca de 50 mil bolsas de estudo podem ser atribuídas até ao final do 2027, informou a Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança.

A governante, que falava esta terça-feira, 14, na 14ª edição do CaféCIPRA, sobre o tema “A formação de capital humano no país e nas melhores universidades do mundo: metas e os resultados”, ressaltou que a medida visa aumentar o número de estudantes bolseiros do país, em função da procura de formação de nível superior.

Maria do Rosário Bragança disse que o ministério que dirige tem, neste momento, cerca de 31 mil estudantes bolseiros de graduação, mas que pretendem conceder anualmente 10 mil novas bolsas de graduação e 1500 para pós-graduação.

A ministra disse terem “a obrigação de melhorar a oferta formativa no país, para ir de encontro às necessidades do mercado, de modo a reduzir o número de desempregado existente”.

Entretanto, avançou que até 2027 será criado um observatório de empregabilidade, com objectivo de se ter um processo de monitorização dos formandos e poder estabelecer acordos com empresas para geração de empregos ainda que temporários.