Connect with us

Politica

Executivo preocupado com cibersegurança e protecção de dados pessoais

Published

on

O Executivo está preocupado com os ataques cibernéticos, em particular com a cibersegurança e a protecção de dados pessoais, informou esta sexta-feira, 16, em Luanda, o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social.

Manuel Homem, que falava durante um workshop sobre “Segurança cibernética”, organizado pelo ministério que dirige, disse que o país tem mais de seis milhões de utilizadores de Internet e “naturalmente os ataques cibernéticos constituem uma preocupação que o Executivo tem tratado há muitos anos”.

O ministro sublinhou também que existe uma Lei de Protecção de Dados, actual e que está alinhada aos padrões internacionais nesta matéria.

De recordar que no dia 17 de Fevereiro último, a plataforma tecnológica de apoio às actividades do Ministério das Finanças com acesso aos e-mails e pastas partilhadas foi alvo de um ataque cibernético, com “origem e motivações não identificadas”, informou à época, o MINFIN.

Numa outra acção, os sites do Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM) e da Imprensa Nacional foram abaixo, após ataques realizados por um grupo de activistas cibernéticos denominados “Anonymous Angola”.

Antes da página do CIAM ficar totalmente indisponível, era possível ler a mensagem deixada pelos “piratas digitais”, alertando que estão a reivindicar “uma Angola diferente”.

MINFIN garante que ataque cibernético não afectou processamento de salários

Colunistas