Connect with us

Politica

Executivo orienta “intervenção imediata” em edifícios com riscos de desabamento

Published

on

O Conselho de Ministros recomendou esta quarta-feira, 26, a criação de uma Comissão Multissectorial que terá a missão de acompanhar a execução de um Plano Estratégico de Intervenção nos Edifícios Degradados, sendo que para os casos de edifícios “cuja eminência de ruína é latente”, a orientação é que haja “intervenção imediata”.

Segundo comunicado, a orientação surgiu após o Conselho de Ministros ser informado sobre o levantamento efectuado, relativo ao estado de manutenção e conservação dos edifícios públicos e privados em todo o país, bem como os adquiridos pelo Estado no exterior, no sentido de apurar o seu nível de conservação.

“Constatou-se a existência de vários edifícios com evidente falta de manutenção preventiva e correctiva, uns com sinais severos de infiltração de águas residuais e outros com sinais de instabilidade estrutural”, informa o comunicado.

O trabalho da Comissão Multissectorial será assegurar, de forma sustentável, os recursos financeiros para a implementação das acções necessárias à sua resolução, particularmente as emergenciais.

No último sábado, o Governo Provincial de Luanda teve que evacuar as 41 famílias que residem no Lote 1, do bairro Prenda, Distrito Urbano da Maianga, devido riscos de desabamento, sendo esta é a segunda situação de desalojamento de famílias em edifícios da era colonial em Luanda, só este ano.

A primeira ocorreu num prédio de seis andares na Avenida Comandante Valódia, que desabou, sem causar vítimas.

Luanda: moradores do Lote 1 do Prenda aguardam por alojamento