Connect with us

Politica

Ex-dirigente da CASA-CE detido por alegadamente ter vendido duas viaturas da coligação

Published

on

O ex-Secretário Executivo Provincial da CASA-CE em Luanda e cabeça-de-lista pelo círculo Provincial Eleitoral de Cuanza Norte, António Francisco Hebo, encontra-se neste momento detido sob acusação de ter vendido duas viaturas da Coligação que estavam em sua posse.

O Colégio Presidencial da CASA-CE diz ter apresentado, no passado mês de Maio, uma queixa crime às autoridades policiais, visando a recuperação das referidas viaturas.

Tal feito, segundo o líder da coligação, Manuel Fernandes, foi necessário, segundo alega, pelo facto de António Francisco Hebo estar “incomunicável e não havendo qualquer disponibilidade da parte do ex-Secretário Provincial de Luanda em devolver as viaturas”.

A CASA-CE está “interessada, tão somente, em recuperar os meios reclamados. A direcção da CASA-CE assegura retirar a queixa crime tão logo os meios forem colocados à disposição da Coligação”, diz o comunicado, assinado por Manuel Fernandes, ao qual o Correio da Kianda teve acesso.

De lembrar, que a CASA-CE, em sua primeira eleição, no ano de 2012, elegeu oito representantes para a Assembleia Nacional, tendo alcançado aproximadamente 6,00% dos votos. Nas eleições de 2017, a coligação teve resultado ainda mais robusto, dobrando o número de parlamentares com 16 assentos, sob liderança de Abel Chivukuvuku. Nas eleições de 2022, porém, a coligação teve o seu pior resultado, perdendo todos os assentos do parlamento, com Manuel Fernandes na presidência.

Com isso, a até então terceira maior força política no país, deixou de receber o financiamento do Estado durante o quinquênio 2022/2027, mergulhando a coligação numa crise institucional.

O Correio da Kianda tentou contactar o ex-Secretário Executivo Provincial da CASA-CE em Luanda, mas até o momento não obteve sucesso.

Colunistas