Connect with us

Sociedade

Ex-director da TPA no Zaire condenado por peculato

Published

on

O Tribunal da Comarca de Mbanza Kongo, Zaire, condenou, este sábado, 22, o ex-director da Televisão Pública de Angola (TPA), Luís Alfredo Ribeiro, a oito anos de prisão, por crime de peculato.

De acordo com a sentença lida pelo juiz Felisberto Laurindo Capunge, e divulgada pela ANGOP, durante o seu mandato, Luís Ribeiro terá se apoderado “de forma indevida de alguns equipamentos e meios pertencentes a este órgão de comunicação social público na região, com destaque para dois grupos geradores industriais e uma viatura”.

Luís Ribeiro, que dirigiu a TPA/Zaire no período de 2013 a 2018, terá ainda que pagar um montante avaliado em 15 milhões e 200 mil kwanzas à direcção provincial da TPA, a título de indemnização, pelo alegado extravio de uma viatura de marca Toyota Land Cruiser. Terá ainda que pagar 250 mil kwanzas de taxa de justiça a favor do seu defensor.

A notícia destaca ainda que a pena do antigo director da TPA/Zaire tem efeito suspensivo, devido ao recurso interposto pela defesa do réu, que no prazo de 20 dias deverá  juntar as alegações para dar seguimento do processo junto do Tribunal Supremo.

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.