Connect with us

Politica

EUA vão reparar e construir quase 200 pontes em Angola

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, e o Embaixador dos Estados Unidos da América acreditado em Angola, Tulinabo Mushingi, estiveram reunidos na tarde desta quinta-feira, 07, na Cidade Alta, em Luanda.

Sobre a mesa, estiveram assuntos ligados às relações bilaterais, bem como o último anúncio feito pelo embaixador dos EUA de que o seu país pretende investir para reparar e construir 186 pontes metálicas em território nacional.

De recordar, que recentemente, a queda da ponte sobre o rio Mucoso, no Município de Cambambe, Comuna do Dondo, cortou a circulação rodoviária entre as províncias do Huambo, Cuanza Sul, Cuanza Norte (Dondo) e Luanda.

Há registos de que várias outras pontes terão também ficado debilitadas devido as chuvas que caem por todo o país.

Questões relacionadas com o Corredor do Lobito e com a necessidade de se incrementar o investimento privado norte-americano em Angola também estiveram em debate hoje, no Palácio Presidencial.

De referir, que o Governo norte-americano disponibilizou mil milhões de dólares para apoiar o Governo angolano na construção do Corredor do Lobito, num consórcio que reúne os Estados Unidos da América, a União Europeia, a República Democrática do Congo, a Zâmbia, o Banco Africano de Desenvolvimento e a Africa Finance Corporation.

Continue Reading
4 Comments

4 Comments

  1. Gando Chila

    08/03/2024 at 2:05 pm

    Duzentas pontes metálicas Angola não consegue construir? É necessário os EUA investir, onde andam as nossas receitas de, petróleo, diamantes, impostas etc…?

  2. Sunuali sukwakweche Bongue

    08/03/2024 at 8:07 pm

    Porque é que não falam de grandes investimentos de auto estradas que possam ligar estas regiões e paises,ao invez de falarem de pontes metálicas com empresa de pontes em Angola.
    Sao 50 anos sem auto-estradas em Angola.
    Teremos exemplos na vizinha Africa do sul,Alemanha e outros.

  3. Gaspar António

    09/03/2024 at 9:40 am

    Queremos também mais oportunidade de emprego e igualdade social entre as famílias, expansão de outros ministério que fazem parte do aparelho do Estado até parece que só temos dois a educação e a saúde, desde 2014 que não há um concurso aberto no Ministério do interior para não falar de outros Ministério. Agora você só escuta o vizinho entrou na polícia, tem um tio que é Chefe.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *