Connect with us

Mundo

EUA: Kathy Hochul torna-se na primeira mulher eleita governadora de Nova Iorque

Published

on

Hochul derrotou o congressista Republicano, Lee Zeldin, um aliado de Donald Trump que dirigiu uma campanha focada no temor por crimes violentos.

Esperava-se que Hochul, natural de Buffalo, vencesse num estado onde há mais de duas vezes mais democratas registados do que Republicanos. Contudo, enfrentou uma disputa inesperadamente acirrada contra Zeldin.

Os nova-iorquinos não elegem um Republicano como governador desde que George Pataki ganhou um terceiro mandato em 2002.

Mas Zeldin tornou a corrida competitiva, aproximando-se de Kathy Hochul nas últimas semanas e parecendo estimulá-la a falar mais sobre segurança pública.

“Gostaria de felicitar a governadora de Nova Iorque, Kathy Hochul, pela sua eleição para um mandato completo de quatro anos”, disse hoje Zeldin em comunicado.

“Esta corrida foi uma campanha única numa geração, com uma margem muito próxima no estado mais ‘azul’ de todos os ‘azuis’. A paixão implacável e o trabalho árduo dos nossos voluntários e apoiantes de base tornaram possível esta corrida incrivelmente acirrada e ajudaram-nos a vencer pelo menos 49 dos 62 condados de Nova Iorque”, disse, o aliado de Trump.

A volumosa arrecadação de fundos para a campanha de Hochul permitiu-lhe comprar anúncios de televisão em que se apresentou como defensora do direito ao aborto e descreveu Zeldin como “extremista e perigoso” por causa dos seus laços com Trump e pelo seu voto contra a certificação dos resultados das eleições de 2020.