Connect with us

Mundo

Estrada que liga sete países africanos em vias de finalização na Argélia

Published

on

A Argélia finalizará, em breve, a primeira fase do maior projecto rodoviário no continente africano denominado “Estrada da Unidade Africana”. Concebido há mais de 50 anos, este projecto, com uma extensão de 5000 quilómetros, poderá ligar 7 países: Argélia, Tunísia, Mauritânia, Mali, Níger, Nigéria e Tchad, a fim de facilitar a circulação e garantir trocas de serviços económicos e comerciais.

A auto-estrada, que atravessa o deserto do Sáara, está quase concluída na Argélia e aguarda-se pelo seu desenvolvimento nos demais países.

“Os cidadãos de In Guezzam estão satisfeitos com este troço de sete quilómetros de estrada, o último troço da Estrada da Unidade Africana na fronteira com o Níger. Uma obra feita de acordo com as normas internacionais”, considerou Brahim Ben Khia, presidente da Assembleia Popular de In Guezzam, em declarações publicadas pela EuroNews.

Contudo, espera-se que projectos do género se expandam por todo o continente, para que todos os países possam estar interligados.

Conhecida também como Estrada Nacional 1, atravessa a Argélia e liga áreas remotas, como Tamanrasset – ponto de encontro histórico das caravanas nómades, a 1900 quilómetros de Argel, que continua hoje a ser um centro de comércio.
“Tamanrasset é uma encruzilhada de todas as civilizações africanas. As transações têm aumentado nos últimos anos. A lista dos produtos exportados e importados é revista de ano para ano, de acordo com as necessidades do nosso país e dos países vizinhos”, explicou Noureddine Guellal, director de obras públicas de Tamanrasset.