Connect with us

Politica

“Estamos convencidos de que África pode mudar a política global”

Published

on

Um acordo voltado para o desenvolvimento humano e progressos na luta contra as alterações climáticas, “para o alcance da paz, segurança e boa governação”, nos próximos 20 anos, foi assinado esta quarta-feira, 15, pelo Organização dos Estados de África, Caraíbas e Pacífico (OEACP) e a União Europeia.

“Estamos convencidos de que África pode mudar a política global, desenvolver capacidades nas respectivas regiões, promover a boa governação e manter relações pacíficas de boa vizinhança”, disse o ministro das Relações Exteriores, Téte António, no acto de assinatura do documento, na cidade capital de Apia, no Estado Independente da Samoa.

Denominado “Acordo de Samoa”, o documento foi assinado pela maioria dos países membros da OEACP e da União Europeia. Este, substitui o Acordo de Cotonu, celebrado em Julho de 2022 entre a UE e 79 países da Organização dos Estados de África, Caraíbas e Pacífico – comunidade que reúne 1,5 mil milhões de pessoas de três continentes e 79 países.

De recordar, que Angola assumiu a presidência rotativa da OEACP em Dezembro de 2022, para um mandato de três anos.

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.