Connect with us

Sociedade

“Estamos a proteger o grupo de estudantes angolanos”, garante embaixador Chinês

Published

on

O Embaixador da China em Angola,  Gong Tao,  assegurou, na semana passada,  em conferência de imprensa, que cidadãos chineses e estrangeiros têm beneficiado do mesmo tratamento: “O governo da China está a tratar de igual modo seja os cidadãos chineses como os outros cidadãos estrangeiros, inclusivamente os angolanos. Estamos a proteger o grupo de estudantes angolanos”.

O embaixador da China em Angola anunciou que Pequim tem gizado políticas de ajuda e de reforço da comunicação sobre a epidemia.

“Para os estudantes angolanos em Wuhan, a Embaixada da China está em espírito de colaboração com o Governo de Angola, com os diferentes departamentos, e em conjunto com a Embaixada Angolana em Pequim, temos feito muitos trabalhos de comunicação e ajudas”, informou.

“Wuhan é o epicentro da epidemia, está a sofrer uma rigorosa quarentena. Agora estão a ser garantidos as vidas normais e outros serviços sociais básicos. Os estudantes angolanos, juntamente com outros 5400 estudantes estrangeiros, estão a ter a atenção das universidades e das autoridades locais. Há ligações pessoais para eles, para a solução de casos como comidas, bebidas e outros materiais sanitários”, garantiu.

Gong Tao recorreu às recomendações da OMS para desencorajar movimentações de estudantes em zona afectadas.

“Respeitamos qualquer iniciativa dos países acerca da evacuação. A situação está a ficar restabelecida. Segundo recomendações da OMS, se as pessoas se mexerem, sobretudo no epicentro de Wuhan, há sempre riscos de contaminação. Há alguns países que fizeram evacuação e tiveram esta experiência má”, alertou o diplomata chinês.

 

C/ NJ

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *