Connect with us

Sociedade

Estado Maior General das FAA instaura inquérito ao tenente-general Wala

Published

on

O Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA) anunciou, nesta quarta-feira, 03, a instauração de um inquérito ao tenente-general Simão Carlitos Wala, para apurar as circunstâncias do seu desentendimento com uma cidadã angolana, num local público, no dia 28 de Fevereiro.

Em comunicado, o Estado Maior General adianta que o processo foi instaurado pelo Conselho Superior de Disciplina Militar, por entender que se trata de um assunto público que merece o devido esclarecimento.

Sublinha que as Forças Armadas Angolanas têm uma relação salutar com o povo, de que são oriundas, e vão continuar a defender os legítimos interesses da Nação, incluindo o direito à Justiça.

Apela, por isso, à sociedade a manter-se calma e não se deixar levar pela carga informativa com tendência especulativa das redes sociais, pois já foram tomadas as providências necessárias.

O inquérito ocorre na sequência de um vídeo divulgado nas redes sociais que mostra o oficial general, num local público, a discutir com uma cidadã, no último mês de Fevereiro.

No vídeo, o general Wala aparece fardado, rodeado de militares igualmente fardados, num restaurante na Chicala, Ilha de Luanda, a repreender uma mulher, que está sentada numa mesa na companhia de outras, alegando que era seu “mais velho” e que a mesma tinha idade da sua filha e lhe devia respeito.

“Eu sou teu mais velho, não permito esse tipo de coisa, é por isso que o país está desumanizado. Eu estou a dizer ‘vem para aqui minha senhora’, você está na idade da minha filha e não me respeitaste”, diz o general na filmagem partilhada exaustivamente e que criou intenso debate nas redes sociais, no fim-de-semana.

Antes do vídeo ser interrompido pelos militares, ouve-se o general a questionar o facto de a jovem o ter alegadamente desrespeitado “perante um estrangeiro”, um homem branco que se encontrava no mesmo local, e realça que é “general”.

A discussão culminou com a detenção da mulher numa esquadra policial, durante uma noite, por intervenção solicitada à Policia Nacional.

Por Correio da Kianda com Angop   

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Guilherme estevão filipe

    26/04/2022 at 3:23 pm

    com todo respeito nossa selencia, desculpe o atrevimento permita-me pretendo ingressar nas forças armadas o q devo fazer?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *