Connect with us

Economia

Especialistas receiam que Estado não consiga obter financiamento externo relevante

Published

on

Economistas seniores do Banco de Fomento Angola (BFA) prevêem que o cenário que se espera para este ano seja de condicionalismo à pressão cambial que se observa no momento, sem ”margem para que a venda de divisas do Tesouro ao mercado possa trazer alguma normalidade”.

Técnicos do Gabinete de Estudos Económicos do Banco de Fomento Angola (BFA), receiam, num relatório de conjuntura para 2024, que o Estado não alcance os objectivos de captação de um financiamento em moeda externa relevante.

De forma concreta, os estudiosos asseguram que não será uma tarefa fácil para as autoridades angolanas reunir financiamento para mitigar a depreciação.

”O Executivo espera, no seu Plano Anual de Endividamento, obter montantes bastante elevados em financiamento à Tesouraria, em moeda externa. Será difícil concretizar essas intenções”, sublinham os especialistas do BFA, que, apesar da dificuldade que observam neste quesito, mantêm a expectativa de que o nível de receitas fiscais para este ano será “maior do que o esperado pelo Estado”.

Mas avisam que, sem o financiamento em moeda externa, ”o cenário” económico que se espera é de ”um condicionalismo à pressão cambial que [já] se observa sem margem para que a venda de divisas do Tesouro ao mercado possa trazer alguma normalidade”

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Alberto Manuel Morais

    07/02/2024 at 12:43 pm

    Preciso o credito pelo menos 2000000

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas