Connect with us

Sociedade

Especialista defende criação de medidas para conter avanço do VIH/Sida

Published

on

A contaminação dolosa do VIH-SIDA continua a preocupar as autoridades sanitárias da província de Luanda.

A Directora Geral do Instituto Nacional de Luta contra SIDA, Lúcia Furtado, que prestou a informação, avançou que as autoridades angolanas trabalham na criação de leis para criminalização dessa e outras práticas relacionadas a discriminação de pessoas que vivem com a doença.

Entretanto, o especialista em Saúde Pública, Jeremias Agostinho, diz ser urgente a criação de medidas para conter a disseminação do vírus que ganha contornos preocupantes nos últimos dias em Angola.

E o especialista em Gestão e Administração Pública, Denilson Duro, defende o envolvimento das organizações da sociedade civil na disseminação de informação sobre a prevenção da doença.

Recordar que cerca de treze mil pessoas morrem anualmente em Angola vítimas de VIH-SIDA.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.

Colunistas