Connect with us

Angola que dá certo

Escolas públicas do Uíge ganham equipamento informático

Published

on

Duas escolas da província do Uíge vão ganhar em breve equipamento informático para permitir aos alunos das referidas instituições de ensino, o desenvolvimento tecnológico e fomentar o crescimento sustentável.

A ministra da Educação, Luísa Grilo, que testemunhou o lançamento a cerimónia de apresentação, louvou o gesto da iniciativa privada.

O anúncio foi feito nesta terça-feira, em Luanda, durante o lançamento das comemorações dos 10 anos do torneio de Golf Solidário, e está voltada à atender a parceria com o Ministério da Educação.

Com a instalação das duas salas de informática, pretende-se igualmente, desenvolver formações frequentes para alunos que acabaram de sair da universidade e que necessitam de formação técnica prática para entrarem no mercado de trabalho.

“Privilegiamos o apoio à educação, não só em Luanda, mas também noutras províncias, porque acreditamos que o futuro é destes jovens que estão a desenvolver as suas competências, que necessitam de todo o apoio possível para crescerem como membros produtivos e precursores do desenvolvimento, em todo o país”, refere na ocasião, o Director Geral da Paratus – Internet Technologies Angola, S.A, Francisco Pinto Leite.

Com a experiência de uma década a organização espera uma participação massiva de parceiros e empresas, para juntos conseguirem garantir o sucesso do projecto. De notar que a empresa, na última edição, conseguiu doar duas salas de informática à escola primária Complexo Escolar nº 12, na Huíla e à escola primária Pioneiro Zeca, no Namibe.

“A criação de salas de informática apetrechadas é urgente e importantíssima para o crescimento académico das áreas tecnológicas em todo o país”, acrescentou o responsável.

Já a ministra da Educação, Luísa Grilo, louvou a iniciativa.

“A cada ano, o Torneio de Golfe Solidário conquista um número crescente de empresas e empresários, que reconhecem a relevância do seu papel na sociedade como impulsionadores do desenvolvimento. São iniciativas de grande importância, com potencial para serem multiplicadas numa área tão vital como a da educação”, afirmou a Ministra da Educação, na cerimónia de lançamento do evento.