Connect with us

Sociedade

Escolas primárias em Viana passam a ter postos de enfermagem

Published

on

Um total de 69 Escolas do ensino primário do município de Viana vão, numa primeira fase, beneficiar de postos sanitários e de primeiros socorros, para atender às eventuais necessidades de auxílio médico às crianças daquele município da província de Luanda.

A informação foi avançada nesta terça-feira, pelos responsáveis da saúde e da educação no município, quando procediam ao lançamento do projecto, realizado na escola 5001 “preparatória”, na vila sede. Cada posto vai contar com um enfermeiro.

O projecto enquadrado no âmbito da Campanha de implementação de Postos Sanitários a nível das escolas,
abrange também a vacinação da Covid-19 nas instituições escolares é de iniciativa conjunta entre as direcções municipais da Saúde e Educação, e visa garantir assistência médica as crianças das escolas do ensino primário no município Satélite.

A Directora Municipal da Educação, Madalena Massocolo, fez saber que a implementação do projecto de postos sanitários a nível das escolas vai de certo modo, ajudar a salvaguardar a saúde e o bem-estar dos alunos e facilitar a entrada aos hospitais.

Madalena Massocolo disse ainda que a nível das escolas do município, estão criadas todas as condições para que o processo de vacinação (contra a Covid-19) das crianças e adolescentes que teve inicio no passado dia 16 de Dezembro, tenha o seu percurso normal e sem constrangimentos, e que as instituições escolares com alunos dos 12 aos 18 anos, estão contempladas com postos móveis de vacinação da Covid-19.

Por sua vez, o Director Municipal da Saúde de Viana, Matondo Alexandre, referiu que com o lançamento e implementação destes postos fixos nas escolas, vai garantir maior assistência aos alunos.

Aquele responsável da saúde a nível daquela municipalidade disse ainda que a Administração Municipal de Viana, no âmbito da acção estratégica que visa levar os serviços de saúde mais próximos das comunidades, pretende reforçar o “IEC”, educação para a saúde, bem como fazer com que os programas de saúde pública, “Programa de Saúde Materna, o PAV, programa de combate à malária”, estejam presentes nas comunidades.

“Queremos dar qualidade nas actividades dos postos de saúde, nos centros de saúde, e inspecionar a actividade comunitária que tem influência negativa para a saúde”, disse, Matondo Alexandre, Director Municipal da Saúde.

De realçar, que ao nível do Município de Viana foram criadas equipas de vacinação em 146 escolas para imunizar os alunos dos 12 aos 17 anos contra o vírus da Sarscov-2.

Colunistas