Connect with us

Justiça

Escassez de magistrados em Angola é um problema transversal

Published

on

A escassez de magistrados do Ministério Público em Angola é um problema “transversal”. A consideração é do jurista Fernando Kawewe, em declarações à Rádio Correio da Kianda.

O também advogado reagia aos pronunciamentos da procuradora  da República junto ao Serviço de Investigação Criminal (SIC), na província da Huíla.

Candida Amaro, procuradora junto do SIC da Huíla, diz que a insuficiência de magistrados e de meios técnicos são as causas dos elevados casos de excessos de prisão preventiva naquela região, enquanto que o jurista Fernando Kawewe, revela que Luanda vive a mesma situação.

Para se inverter o quadro, o jurista Fernando Kawewe apela ao envolvimento de todos os segmentos da sociedade, acrescentando  que o volume de processos em fase de instrução supera o número de magistrados do ministério público.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *