Connect with us

Sociedade

Entrega de carteiras profissionais pode pôr fim aos “biolos” de jornalistas

Published

on

A incompatibilidade no exercício do jornalismo em Angola poderá chegar ao fim com a entrega das carteiras profissionais.

O alerta foi deixado pela Presidente da Comissão da Carteira e Ética, Luísa Rogério, durante o acto de entrega das carteiras, que decorreu na tarde desta sexta-feira, 19, na Mediateca de Luanda, presenciada por vários profissionais da classe, e pelos presidentes dos Conselhos de Administração da TPA, RNA e Jornal de Angola.

O primeiro profissional a receber a carteira foi o jornalista Siona Casimiro, seguido de Rui Ramos, que agora já exibem o documento regularizador da profissão em Angola.

O evento foi também presenciado pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS), Manuel Homem, que se fez acompanhar do Secretário de Estado para Comunicação Social, Nuno Carnaval.

O titular do pelouro, Manuel Homem, falando à imprensa, realçou a importância da entrega formal da carteira, considerando a data como um dia memorável, e que ficará registada na memória de muitos jornalistas.

O ministro Manuel Homem disse ainda, que a carteira profissional veio, por outro lado, resolver o problema de organização da classe no país.

Colunistas