Connect with us

Economia

ENSA detém 37% de quota do mercado nacional

Com resultado líquido de 17,7 mil milhões de kwanzas em 2020, empresa deu início ao processo de privatização.

Published

on

A ENSA anunciou ontem que detém, actualmente, 37% de quota no mercado nacional, fruto do início da implementação do seu Plano Estratégico e do aumento da sua actividade seguradora.

Com isso, a seguradora reforçou a liderança entre os membros da Associação de Seguradoras de Angola (ASAN), tendo sido líder de mercado local nos segmentos de mercado de Petroquímica, Transportes, Saúde e Acidentes de Trabalho.

O Relatório & Contas da ENSA demonstra que esta atingiu os 84,6 mil milhões de kwanzas de prémios brutos emitidos em 2020, um crescimento de 33% face ao ano transacto.

Este crescimento de receitas, aliado aos resultados do primeiro ano da implementação do Plano Estratégico 2020-2022, permitiram que o resultado líquido da ENSA atingisse os 17,7 mil milhões de kwanzas em 2020, informa o comunicado enviado ao Correio da Kianda.

A solidez da ENSA também saiu reforçada, com a margem de solvência a quase duplicar para os 213%.

“Estes resultados verificam-se após o primeiro ano da implementação do Plano Estratégico de 2020-2022, que teve impacto aos níveis do saneamento financeiro da empresa, da estrutura orgânica, da tecnologia e do parque imobiliário, o que permitiu um maior foco na actividade seguradora”, diz o comunicado que informa ainda que deu-se início à constituição do Fundo Imobiliário e ao processo de privatização da ENSA, tal como definido em Despacho Presidencial n.º 81/20, de 5 de Junho.

No final de 2020, a ENSA esteve presente em todo o território nacional, através de uma rede de 29 agências próprias, 39 parcerias, 61 mediadores e 56 correctoras e 578 colaboradores.

Em 2021, o sector segurador continua a assistir novamente a grandes desafios, tal como se tem vindo a verificar nos últimos anos, mas agravado com os impactos económicos da pandemia de covid-19.

“É neste ambiente adverso que o colectivo de trabalhadores da ENSA e o seu Conselho de Administração irão continuar a implementação do Plano Estratégico 2020-2022, destacando-se a continuação de execução do processo de privatização, cuja primeira fase estará concluída até ao fim do ano”, destaca o comunicado.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (7)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (88)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD