Connect with us

Politica

Energia na Huíla: ministro garante reinício das obras paralisadas

Published

on

O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, garantiu, na passada sexta-feira, que as obras do projecto de aproveitamento Hidroeléctrico da Matala, na Província da Huíla, para garantir a interligação Matala/Lubango e permitir a redução do consumo de combustível serão retomadas.

João Baptista Borges disse que está a ser feito um trabalho de alargamento da rede de distribuição para novas áreas, tendo assegurado que os trabalhos na rede de distribuição estão avançados.

O governante mostrou-se preocupado com os níveis de execução que o aproveitamento já atingiu, apesar de haver ainda trabalha por ser executado. Sobre a nível da expansão da rede eléctrica na periferia, quer do Lubango quer da Matala. “O mais importante é que grande franja da população deixará de ser afectada pelas restrições”, disse.

O ministro disse que a Matala é um importante pólo agrícola, que tem um canal de irrigação que atende muitas propriedades e que também precisam de energia, e que segundo fez saber, a sua eletrização vão permitir alcançar maior produtividade.

João Baptista Borges destacou o crescimento populacional da Matala, no Lubango e em outras cidades, razão pela qual reiterou a necessidade da continuidade do ritmo de investimento que se realiza na rede de distribuição. Para isto, avançou ainda, concorre muito a capacidade institucional que a ENDE e as outras empresas possam ter, defendendo, por outro lado, que ser necessário obter receitas dos investimentos que estão a ser feito.

“Que os consumidores paguem e que as empresas controlem os consumos para poder garantir a sustentabilidade dos meios de geração. Temos que realizar investimentos, construir infraestruturas mais também deve-se ter a capacidade de as manter. Este é um dos grandes desafios do Sector”, recomendou o ministro.

O Projecto da Central do Aproveitamento Hidroeléctrico da Matala está em receber obras de remodelação dos equipamentos, reabilitação e remodelação dos sistemas, hidromecânico e elétricos, incluindo o fornecimento e montagem de três grupos geradores de 17 MVA cada, incluindo o Alternador da Turbina KAPLAN e a construção de uma Nova Subestação de 150-220kV, com barramento duplo.

Sobre o projecto

A jornada de campo do ministro da energia e águas na província da Huíla abrangeu várias infraestruturas dos dois subsectores, como a Construção de uma nova subestação de 150-220Kv de barramento duplo, a Reabilitação total da rede eléctrica de média tensão da Vila da Matala com a conversão do nível de tensão de 10kV30Kv.

Na vila sede do município da Matala estão concluídas as obras de construção da rede interna de 30kV do cinturão Matala/sede, numa extensão de 20,06km.

Com os trabalhos foram instalados 193 postes de média tensão e 1573 postes de baixa tensão nos bairros da vila da Matala. De igual modo, foram montadas todas as estruturas metálicas de suporte, estando em curso o lançamento de cabos.

A delegação ministerial contou igualmente com a presença do PCA da PRODEL, administradores da ENDE, Antônio Furtado, da RNT, José Marinho, PRODEL, Euclides de Brito, responsáveis do governo da Huila, de representantes de empresas especializadas no ramo engajadas nas obras estruturantes em curso na província.