Connect with us

Politica

Encomendas já podem ser acompanhadas através do portal dos Correios de Angola

Published

on

Os Correios de Angola registam um aumento nos pedidos de encomenda, estando a processar, actualmente, cerca de 20 mil pedidos por semana. A informação foi avançada pelo Presidente do Conselho de Administração da Empresa Nacional dos Correios e Telégrafos de Angola, Walter Teixeira, nesta sexta-feira, 09, em Luanda, durante a cerimónia de lançamento do portal daquela instituição postal.

Walter Teixeira disse ainda que, apesar da redução de voos, de 20 para quatro semanais, por causa da covid-19, os Correios de Angola registam um aumento significativo de pedidos de encomendas postais, estando agora a rondar as 20 mil encomendas.

Um ganho, que segundo o PCA Walter Teixeira, permitirá à empresa contribuir na arrecadação de receitas para os cofres do Estado.

O Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, defendeu, na ocasião, uma forte aposta na melhoria das condições de funcionamento dos Correios de Angola, com vista a beneficiar o país e os cidadãos.

O governante reconheceu a necessidade de se investir nos recursos humanos, equipamentos e nas infraestruturas dos serviços dos correios de Angola, pois a evolução das novas tecnologias traz desafios no sector “devendo ser acompanhado de fortes investimentos. Acções estas que deverão ser feitas em 2021, ano em que se prevê a concretização do código postal angolano.

A situação que o mundo vive por conta da pandemia da covid-19, “obrigou a uma maior procura dos serviços de correios e o portal, aliado à outras acções, é a materialização da modernização, sendo possível transformá-la em igual a outras empresas”, referiu o ministro, garantindo por outro lado, que o Estado continuará a apoiar para o funcionamento dos serviços postais do país.

Manuel Homem falava, nesta sexta-feira, durante o lançamento do portal dos Correios de Angola, enquadrado nas festividades do Dia Mundial dos Correios, que hoje se assinala.

O referido portal (www.correiosdeangola.ao) visa facilitar a vida ao expedidor que deixa de se deslocar às instalações da empresa para inteirar-se da sua encomenda, podendo fazê-lo através da Internet, bem como acompanhar a trajectória da encomenda desde o ponto de partida até ao destino, de e para qualquer parte do mundo.