Connect with us

Sociedade

Encerrada clínica chinesa em Luanda por exercer actividade de forma ilegal

Published

on

Foi encerrada nesta quinta-feira, 01, pela Inspecção Geral da Saúde, a clínica chinesa que exercia a actividade de saúde de forma ilegal em Luanda, além de não possuir técnicos especializados e declarações para o exercício da actividade.

Segundo o inspector-geral da Saúde, José Solino Joel, os pacientes que estavam em tratamento ambulatório na referida clínica foram encaminhados para as suas casas, sendo que o único que se encontrava em critério de internamento, foi transferido para o Hospital do Prenda.

O responsável adiantou que as actividades inspectivas no país vão continuar a ser “a chave do cumprimento das normas no exercício das acções do sector da Saúde”.

José Solino Joel disse, ainda, que as práticas reiteradas na cidade da China, têm sido o uso de medicamentos falsos ou contrafeitos, por estes se apresentarem em mandarim, uma vez que o ordenamento angolano não permite que os rótulos que não estejam escritos em português circulem.

Colunistas