Connect with us

Sociedade

Empresas de três países dos PALOP concorrem ao prémio de ouro do FESTIPUB 2023

Published

on

O co-organizador da terceira edição do FestiPub, Bruno Magalhães, disse à Rádio Correio da Kianda que a actividade tem como objectivo criar uma plataforma de partilha do conhecimento entre os diferentes agentes do sector, estudantes, entusiastas, etc.

Bruno disse que é por isso que os dois primeiros dias são dedicados às festitolks, “que no fundo vão abordar um conjunto de temáticas. Experientes dos sectores partilham o seu saber bem consolidado e a plateia pode assistir e colocar questões que vão corresponder ao enunciado primeiro pilar, que visa criar uma plataforma de conhecimento”.

O segundo pilar é para criar uma plataforma para dar visibilidade dos trabalhos realizados em Angola, Moçambique, Cabo Verde, a nível dos PALOP e ver esses trabalhos analisados por um corpo de jurado, a posterior vai premiar aqueles que considerarem terem qualidade ao nível de concurso.

Bruno Magalhães assegurou ainda que a organização da terceira edição do FESTIPUB tem cerca de setenta categorias que concorrem aos prémios de bronze, prata e ouro, depois tem o grande prémio FESTIPUB e depois tem os prémios platina, que no fundo são algumas categorias de votação do corpo de jurado e votação pública.

O gestor do evento disse que o processo de votação dos trabalhos que oferecem qualidade para o concurso, maioritariamente são pessoas colectivas, agências de publicidade, produtoras de áudio visuais, estúdios criativos, empresas de eventos e marca, no fundo temos aqui uma diversidade de concorrentes.

“Concorrem aos prémios não só empresas nacionais mas também dos países de língua oficial portuguesa”, garantiu Bruno.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.