Connect with us

Angola que dá certo

Empreendedorismo: jovens em formação sobre fabricação de absorventes menstruais reutilizáveis e impermeáveis

Published

on

Várias jovens da província da Lunda Sul estão, desde sexta-feira, a participar de uma formação de empreendedorismo, sobre Técnicas de fabrico de absorventes menstruais reutilizáveis e impermeáveis, na cidade de Saurimo.

A iniciativa é do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) em Angola e visa dotar as jovens mulheres e adolescentes, de capacidade empreendedorismo e gestão da saúde menstrual, de modos a contornar a escassez e incapacidade financeira que muitas têm, para adquirir o material de higiene íntima.

A formação faz parte do compromisso daquele organismo das Nações Unidas, no seu compromisso em impulsionar o empreendedorismo e a gestão da saúde menstrual entre adolescentes e jovens mulheres do país, como parte dos seus esforços contínuos para promover a igualdade de género e o empoderamento feminino.

Em parceria com os Ministérios da Juventude e Desportos e Acção Social, Família e Promoção da Mulher, o FNUAP equipou duas salas de costura com 15 máquinas semi-industriais cada uma, em Luanda e na Lunda Sul, onde estão a decorrer as formações de treinamento em empreendedorismo e gestão da saúde menstrual para adolescentes e jovens mulheres.

Na cerimónia de inauguração da sala de formação em Saurimo, na última sexta-feira, o Vice-Governador para o sector político, social e económico da Lunda Sul, Mendes Lourenço Gaspar, referiu que este é uma iniciativa que interessa ao Governo local e disponibilizou-se em dar todo apoio institucional para que esta sala continue a beneficiar as jovens adolescentes e que possa impactar as zonas rurais.

Por sua vez, a Representante Assistente do UNFPA em Angola, Marina Coelho, disse na ocasião que, para além das salas de costura, que já estão equipadas com máquinas semi-industriais, os materiais para a fabricação de absorventes e outros itens de tecido para os treinamentos e primeiros três meses de funcionamento das salas serão fornecidos pelo UNFPA.

Como forma de garantir a sustentabilidade do projecto, será necessário garantir o envolvimento de outros actores da sociedade civil e do sector privado.

A formação é destinada a jovens mulheres entre os 17 e 35 anos de idades, que estão a ser capacitados em matérias teórico-prática sobre fabricação de artigos de tecido, tais como absorventes íntimos reutilizáveis e impermeáveis e bolsas.

Informar sobre Saúde Sexual e Reprodutiva, Sistema Reprodutivo, Menstruação e o Ciclo Menstrual; e o fortalecimento e apoio aos princípios orientadores e prioridades comuns para o avanço da Igualdade de Género, Empreendedorismo e Gestão da Saúde Menstrual em Angola, constam também dos objectivos do treinamento.

Os treinamentos foram facilitados pela consultora internacional cabo verdiana, Lara Almeida, responsável pela primeira formação realizada em Angola nesta área em 2021, com experiência comprovada na produção e comercialização de produtos menstruais reutilizáveis e artigos de beleza feminina, bem como nos temas de igualdade e equidade de género e empoderamento da mulher em Cabo Verde.

Colunistas