Connect with us

Mundo

Emmanuel Macron dissolve Parlamento

Published

on

Militantes do partido de Emanuel Macron mostraram-se conformados com a decisão de  dissolver o Parlamento, após uma clara derrota para a União Nacional (extrema-direita) nas eleições europeias, que deixam o país com “futuro incerto”.

Segundo escreve o Le Figaro,  o Chefe de Estado francês,  convocou ainda  legislativas antecipadas para 30 de Junho, numa primeira volta, e numa segunda para 07 de Julho.

“Após ter efectuado as consultas previstas no artigo 12.º da nossa Constituição, decidi devolver-vos a escolha do nosso futuro parlamentar através do voto”, disse, acrescentando: “Esta decisão é séria, pesada mas acima de tudo é um ato de confiança”.O anúncio foi feito depois de as primeiras projecções para a maioria dos meios de comunicação social franceses indicarem que a União Nacional (Rassemblement National, RN na sigla francesa), formação de extrema-direita, obteve 31,5%, quase um terço do total, resultado, que  representa mais do dobro dos votos previstos para o Renascimento (Renaissance, RE), o partido do Presidente Emmanuel Macron (15,2%.

Macron disse que a ascensão de nacionalistas é um perigo para a Europa. “O resultado das eleições da União Europeia não é bom resultado para o meu governo”, afirmou o presidente.
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *