Connect with us

Angola que dá certo

Emirados Árabes e Angola assinam acordo para construção de parque solar na Huíla

Published

on

A  empresa de energias renováveis dos Emirados Árabes Unidos, Masdar, vai desenvolver um projecto para a construção de um parque solar de 150 MW no município do Quipungo, província da Huíla, anunciou este sábado, o ministro da Energia e Águas, Baptista Borges.

O projecto criará até 600 empregos directos e fornecerá energia eléctrica limpa para 90 mil residências na região com desafios significativos no fornecimento de electricidade.

Assinado à margem da COP 28, o contrato prevê que o projecto apoiará significativamente o objectivo de Angola em  aumentar a  taxa de electrificação nacional para mais de 50 por cento,  até 2027.

Segundo o governante, é um  investimento privado e terá uma capacidade solar que vai permitir atender não só a região onde ele se insere, como também vai permitir escoar capacidade para a província do Namibe.

“Nesta região sul do país há uma escassez significativa de oferta de energia e onde ainda utilizamos a energia térmica, portanto vai ser também uma substituição para energia  limpa”, esclareceu.

Baptista Borges explicou que  a Masdar vai fornecer  energia à rede pública e aos consumidores privados e o fornecimento vai ser assegurado pela rede pública.

Avançou que será regido por um contrato de aquisição de energia que será assinado proximamente entre a Rede Nacional de Transporte (RNT) e o Operador do Parque.

O contrato assinado, pela parte angolana por Baptista Borges e pela Masdar, Mohamed Jameel Al Ramahi, prevê a concessão de 25 a 30 anos.

Colunistas