Connect with us

Mundo

El Niño afectou mais de 20 milhões de pessoas na África Austral

Published

on

Mais de 20 milhões de pessoas na África Austral foram afectadas pelo fenómeno climático El Niño.

Segundo o representante Permanente de Angola junto das Nações Unidas, mais de 20 milhões de pessoas na região da África Austral enfrentam fome severa como consequência de uma seca sem precedentes induzidas pelo fenómeno.

Francisco da Cruz, que falava esta terça-feira na reunião de coordenação mensal do grupo de países da SADC, destacou Angola, Malawi, Moçambique, Zâmbia e Zimbabwe como os países mais afectados na região.

O diplomata sublinhou que o actual impacto do El Niño, que se tornou um dos mais fortes da história no último trimestre de 2023, atingiu o seu pico no primeiro trimestre de 2024, mas os seus impactos na África Austral deverão persistir até Abril de 2025.

A recente Cimeira Extraordinária de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, culminou com um Apelo Humanitário Regional da SADC, orçado em pelo menos 5,5 mil milhões de dólares americanos, e o montante destina-se a aumentar os recursos internos dos Estados membros afectados pelo impacto da seca e das cheias provocadas pelo fenómeno El Nino.

Colunistas