Connect with us

Partidos Politicos

Eduardo Kuangana e os Renovadores vão ao congresso

Published

on

Presidente do Partido de Renovação Social (PRS), Eduardo Kuangana, convocou a realização do Congresso dos “renovadores” que terá lugar no dia 29 a 31 de Maio.

A reunião da quarta maior força política de Angola, ocorrerá nas “barbas das eleições”, isto três meses da realização das eleições gerais de 2017. O Congresso dos renovadores sai num período em que esta força política e o seu presidente enfrentam várias pressões internas. O Congresso, definitivamente sai depois de sucessivos adiamentos.

Neste Congresso, o PRS fará como ficou indicado uma apreciação profunda da “saúde política” do partido e a sua base eleitoral e, aprovara-se o relatório quinquenal da acção do partido, apreciação e aprovação da estratégia eleitoral do partido em si.

Neste mesmo Congresso, como ficou evidenciado, apreciara-se e concomitantemente aprovara-se, o programa de governação para o período 2017/2022, como também, outros documentos de extrema importância para o partido.

PRS que passou por muitos “apertos” interno e agudizações de facções de contestações à liderança do presidente fundador, Eduardo Kuangana, que muitos militantes de base e da cupla dirigente, acusam o presidente fundador de “ditador”, “nepotista” e querer perpetuar na liderança do partido. Esse descontetamento já dura 18 anos (1999/2017) e, levou à expulsão de quatro dirigentes de “peso”: António Muachicungo, Jaime António Chinguimbo, Domingos Tunga e Lindo Bernardo Tito (agora, militante e deputado pela CASA-CE).

PRS que não tem vindo a viver dias políticos melhores, nas ultimas Eleições Gerais (2012/2017), viu a reduzir os seus assentos parlamentares. Partido fundado a 18 de Novembro de 1990 em Luanda e participa em pleitos eleitorais desde 1992, quando conquistou seis (6) assentos parlamentares.

Em 2008, nas eleições legislativa, PRS conquistou maior espaço e fez eleger oito (8) deputados á Assembleia Nacional. Já nas Eleições Gerais de 2012, PRS teve uma “má” prestação eleitoral, que viu o seu número de assentos parlamentares a reduzir-se, de oito (8) á três (3) deputados.

PRS tem como estrutura os órgãos nacionais; o Conselho Político (que é constituído por 45 membros), o Comité Nacional (por 181 membros), Secretário Executivo Nacional e, Ala jovem: Juventude de Renovação Social e Ala Feminina: União das Mulheres da Renovação Social. O partido possui como epicentro ideológico centro-esquerda, com ideologia federalista e progressista.

 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *