Connect with us

Economia

Economista considera OGE/2022 “eleitoralista” para corrigir erros do executivo durante os últimos 4 anos

Published

on

Numa altura em que a proposta do OGE/2022, vai a votação final, com receitas e despesas na ordem de 18,7  biliões de kwanzas, e perspectiva um crescimento do PIB de 2,4 por cento, além da redução do stock da dívida para 82 por cento. Economista considera que a proposta do Orçamento Geral do Estado para exercício 2022, é excessivamente “eleitoralista” e que vai servir para corrigir e tentar cumprir algumas propostas eleitorais do partido no poder nas últimas eleições 2017.

O docente universitário e economista David Kissadila, disse hoje ao Correio da Kianda, que todo exercício econômico das acções e programas a serem efectuados para próximo ano, terá como objetivo essencialmente eleitoralista do partido no poder, tendo como prioridade as acoes e programas que venha ter um impacto directo com a população em busca de simpatias e dividendo as populações.

Economista acredita que nos próximos tempos reveremos a inauguração dos Programas de Investimentos Públicos como obras de construções de estradas, hospitais e escolas a serem inauguradas, devido ao seu impacto directo na vida da população, e a tendência é que o OGE esteja virado para este sector, que “vai servir de aproveitamento político por parte do partido que está a governar, para justificar aquilo que, não se fez durante os 4 anos de governação”.

Com um crescimento na ordem de cerca de 20 por cento para o sector social, destaca Sapateiro, superando a despesa prevista para a Defesa Nacional. O sector Económico tem um peso de 7,3 por cento do total da despesa total. A Educação, também em linha com o aumento do sector Económico, tem um aumento de 30 por cento neste Orçamento Geral do Estado para 2022. E, no Ensino Superior, há quase 300 por cento de aumento. A Saúde, por sua vez, em fase actual e de crise da Covid-19, tem um aumento de 12 por cento. O sector primário, onde está a Agricultura, Pescas e outras actividades económicas tem um aumento de 21 por cento.

Kissadila disse que nem tudo que está previsto será exequível devido a capacidade financeira e econômica em que o país se encontra. Mas nunca ouve este tal aumento dê que se encontra o plano de proximidade aos anseios das populações.

Fala também das promessas dos 500 mil empregos a juventude, que acredita mesmo não atingir esta cifra em tempo record, a abertura dos concursos públicos nos sectores da educação, saúde e outros ministérios irão servir para distração dos jovens e aproximar-se ao eleitorado fase o nível de descontentamento.

De recordar que os deputados vão hoje, a votação final global da proposta do OGE/2022, depois de ter sido apreciado nas comissões de especialidade, onde recebeu o contributo dos parceiros sociais e de organizações sócio-profissionais.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas