Connect with us

Sociedade

“É necessário que se invista no controlo e eliminação da cólera”

Published

on

O surto de cólera em cinco países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral juntou neste sábado, 27, em Luanda, Ministros da Saúde da SADC para adoptar medidas que visam travar o surto.

“A estratégia de carácter multissectorial está baseada na visão de uma só Saúde, com acções imediatas de contenção aos surtos actuais e implementação de um mecanismo duradouro para a prevenção de futuras epidemias”, diz o comunicado a qual o Correio da Kianda teve acesso.

A Ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, que falou na qualidade de presidente do Comité dos Ministros da Saúde da SADC, disse que devido a natureza prolongada de surtos de cólera, em alguns países, “as necessidades de recursos continuam a aumentar, sendo necessário que se invista, urgentemente, no controlo e eliminação da cólera”.

Por seu turno, a Secretária Executiva da SADC, Eva Cadiri, disse que de 1 a 25 de Janeiro, alguns países da região como a RDC, África do Sul, dentre outros registaram mais de 16 mil casos de cólera, que resultaram em duzentas mortes.

A Reunião Extraordinária dos Ministros da Saúde da SADC sobre o Surto da Cólera, que decorreu via Zoom, serviu, também como preparação para a reunião dos Chefes de Estado, onde serão apresentadas e discutidas as estratégias para adopção e acção ao mais alto nível.

Ministros da Saúde da SADC reúnem em Luanda para discutir surtos de cólera 

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.