Connect with us

Sociedade

Dombe Grande: amarraram o filho numa árvore para ir a lavra

Published

on

Uma  criança que aparenta ter dois anos de idade, do sexo masculino, foi encontrada  no fim de semana  no meio de uma mata, na Comuna do Dombe Grande, em Benguela, amarrada a uma árvore, um acto que o soba da localidade, Francisco Dunduma, atribui aos pais.

“Foram os pais que fizeram isso. A mãe foi à lavra, o pai levou o gado ao pasto, e optaram  por deixar a criança amarrada à árvore . É  uma situação constrangedora. Levámos a criança ao hospital onde foi submetida a um diagnostico ”, disse o soba.    

   O enfermeiro do centro médico Armando Domingos que prestou os primeiros socorros,  afirmou que  a criança chegou desidratada e com febre. “Já efectuámos os primeiros socorros e a criança está calma. Estamos a aguardar os resultados das análises para  apuramos exactamente o resultado  daquela acção de tortura”,   frisou o enfermeiro.

O administrador  comunal do Dombe Grande,  Bertelino Morais,  assegurou que foi  criada uma equipa composta por membros do Instituto Nacional Criança, (INAC) e da Policia Nacional para determinar as razões que levaram os país a cometerem tal acto.  “Fomos alertados por um agricultor que uma criança estava amarrada à uma árvore. Tão logo tomámos conhecimento,  enviámos uma equipa para resgatar a criança do local e de seguida  levámo-la  ao hospital . É uma situação  que nos remete a vários questionamentos , mas  estamos a trabalhar para  apurar responsabilidades”, prometeu  Bertelino Morais .

Assassinato  de zungueira
A Polícia  apresentou à imprensa em Benguela os supostos autores do assassinato de uma jovem zungueira. O  crime ocorreu debaixo da ponte do Rio Cavaco na semana passada,  quando os meliantes roubavam uma viatura com recurso a arma de fogo.  

Segundo o porta-voz da Polícia , superintendente António José, o grupo  que se dedicava ao roubo de viaturas, tinha em sua posse  quatro viaturas  furtadas e seis armas de fogo.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *