Connect with us

Sociedade

Dois anos após liberação de Kz 5,5 mil milhões permanecem problemas na Vida Pacífica

Published

on

Mais de dois anos após o Governo anunciar a reabilitação das infra-estruturas de drenagem das águas residuais e pluviais da Urbanização Vida Pacífica, na Centralidade do Zango 0, em Viana, as últimas chuvas que caíram na região mostraram que o problema está longe de ser resolvido.

Avaliadas em 5.5 mil milhões de kwanzas, as obras previam “a implementação urgente” dos canais de drenagem das águas residuais e pluviais, por, segundo o comunicado liberado à época, ter a ver com o facto de a bacia de retenção existente não estar a receber as águas, devido ao não funcionamento da ETAR, da moto-bomba para transvazo e outros problemas de ordem estrutural.

O decreto assinado pelo titular do poder executivo, João Lourenço, dava conta que a decisão foi tomada para minimizar as constantes inundações na Urbanização Vida Pacífica e no Zango 0, contudo, até o momento, o problema não foi ultrapassado.

Tal situação tem criado inúmeros problemas de salubridade do meio, com consequências danosas à saúde dos moradores daquela localidade e não só.

Esta sexta-feira, 13, por exemplo, inúmeros moradores da centralidade ficaram impossibilitados de irem trabalhar por estarem ilhados, como mostram imagens postas a circular nas redes sociais.

De recordar que em Dezembro, o Ministério das Obras Públicas, Urbanismo e Habitação concluiu, no dia 20 de Dezembro, a entrega dos últimos dois edifícios às várias associações políticas, partidárias, cívicas, religiosas, culturais, desportivas juvenis e outras filiadas ao Conselho Nacional da Juventude, perfazendo um total de 1120 apartamentos.