Connect with us

Sociedade

Direitos humanos em Angola “ainda está longe do desejado” – Ordem dos Advogados

Published

on

O Bastonário da Ordem dos Advogados de Angola, José Luís Domingos, considerou que a situação dos direitos humanos em Angola “ainda está longe do desejado”, pelo facto desses direitos terem sido negados a generalidade dos cidadãos.

O titular da pasta daquela Instituição falava no acto de abertura do encontro de concertação social dos direitos humanos em Angola, organizado pela instituição e organizações da sociedade civil.

O bastonário da Ordem dos Advogados de Angola defendeu, igualmente, no evento, que “os cidadãos devem ser o centro das políticas públicas gizadas pelo Executivo”.