Connect with us

Economia

Diplomatas angolanos consideram ZEE capaz de tornar Angola num país industrializado

Published

on

O grupo de embaixadores angolanos que visitou na última terça-feira a Zona Económica especial Luanda-Bengo (ZEE) considerou a infraestrutura de importante e capaz de promover as exportações, tendo os mesmos, prometido promover a diplomacia económica junto dos países em cumprem missão de Estado.

Embaixador de Angola no Reino Unido e não residente no Irlanda do Norte, Geraldo Nunda, “é uma visita muito importante. Gostaria de agradecer a oportunidade que o MIREX e a ZEE nos proporcionam para tomarmos contacto com as acções que têm sido implementadas no âmbito industrial e agrícola. Pensamos que estão aqui dados os primeiros passos para nos tornarmos um país cada vez mais industrializado. Chamou-nos atenção à produção local em curso, nomeadamente de sacos de ráfia, produtos hospitalares, lacticínios e outros”.

Considerou que “a diplomacia económica é uma vertente das relações exteriores para trazer investimentos para o país”.

Já o embaixador de Angola na República do Rwanda, Eduardo Octávio, considerou a ZEE capaz de contribuir para a diversificação da nossa economia e de promover emprego no país.

O diplomata aproveitou a ocasião para anunciar que o governo angolano está a prepara uma viagem para trazer ao país, emresários ruandeses para constatar as oportunidades de negócio para dar resposta às solicitações dos empresários daquele país em investir em Angola.

Eduardo Octávio disse ainda que a vinda ao país, cuja data está em negociações com o Ministério dos Transportes, servirá também para um fórum de negócio entre Angola e Rwanda.

A visita de 80 embaixadores à ZEE iniciou no Guiché de Atendimento ao Investidor (GAI), e passado pelas várias unidades industriais aí instaladas, algumas das quais que iniciaram recentemente a produção e oferecem empregos a centenas de jovens.

Tratam-se da Gulkis, dedicada à produção de lacticínios, BD Solupráfia, que produz sacos de ráfia, Medvida produtora de materiais de uso hospitalares, e a Kaheel Agriculture, de montagem de tractores e alfaias agrícolas, bem como a fábrica, Plastcon, dedicada à produção de materiais plásticos e embalagem e a Ecoindustry de produção de cimento-cola e argamassas são as indústrias que receberam visita dos embaixadores.

A visita dos diplomatas à ZEE é uma promoçao conjunta do Ministério das Relações Exteriores e da Agência de Investimentos Privados e promoção das exportações (AIPEX).

O objectivo da visita foi de promover a captação de investimentos e na conquista de novos mercados, por meio da diplomacia económica.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas