Connect with us

Politica

Diplomacia: Angola relança cooperação com Índia

Published

on

Angola tornou-se o epicentro de muitas relações internacionais. Depois dos Estados Unidos, da recalibragem com a China, da história com a Rússia, do papel nos Grandes Lagos e Coreia do Sul, a diplomacia angolana está a investir na cooperação com a Índia.

Segundo dados, actualmente, a Índia é o terceiro maior parceiro comercial de Angola, partilhando cerca de 10% do comércio externo de Angola, principalmente devido à compra de petróleo bruto a granel, a relação comercial é manifestamente impulsionada pela parceria petrolífera.

Entretanto, o cientista político Eurico Gonçalves encara o relançar da cooperação entre Angola com a Índia, como seguimento das políticas diplomáticas do executivo angolano no âmbito da Agenda 2050, “com vista a industrialização e transformação das suas matérias primas e nesta cooperação baseia-se no princípio das vantagens mútuas, tendo em conta que aquele país asiático está virado ao progresso científico-tecnológico”.

“A Índia representa a maior economia do sul da Ásia e a cooperação poderá potenciar a indústria angolana, por ter um dos maiores programas espaciais do mundo e, Angola sendo detentor do satélite Angosat-2, pode tirar proveito de operação em segurança espacial”, considerou.

Escute a análise nos jornais da Rádio Correio da Kianda, às 13h e 19 horas.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.