Connect with us

Angola que dá certo

Dia da Água: escola da comunidade do Bocoio beneficia do precioso líquido

Published

on

Mais de três mil famílias de uma comunidade no município do Bocoio, província de Benguela, passam a beneficiar de água limpa, com a reabilitação da única bomba, situada numa escola primária da localidade, há mais de 40 km da sede municipal.

A iniciativa da reabilitação da bomba de água, está enquadrada na celebração do dia mundial da água, assinalado no passado dia 22 de Março.

Construída pela organização Não-Governamental ForAfrica, a bomba vai beneficiar os alunos da escola bem como as mais de três mil famílias que vizinha na comunidade.

Para os trabalhos de reabilitação, organização contou com o apoio de duas multinacionais, Refriango e Coca-Cola.

No Dia Mundial da Água, que se assinalou a 22 de Março, a população de Embandi, comunidade a 40 km da sede municipal da Administração do Bocoio, na província de Benguela, voltou a ter acesso a água limpa do poço da escola primária que foi recentemente remodelada para a comunidade.

A reabilitação da bomba de água que a organização ForAfrika instalou no local foi financiada pela Coca-Cola, através da sua plataforma Africa Sustainability (Sustentabilidade África) JAMII, no âmbito da gestão da água, que é considerado como um dos pilares da política de responsabilidade social da multinacional e que vai beneficiar mais de 3.000 habitantes de Embandi.

Com um custo de 5 milhões de kwanzas, a reabilitação da infra-estrutura marca o primeiro passo da parceria do programa WASH no Bocoio.

Esta iniciativa da ForAfrika e da Coca-Cola visa também promover a sensibilização da população para o uso racional e sustentável da água e organizar acções ligadas ao saneamento, higiene, bem-estar e desenvolvimento comunitário.

Segundo o soba Embandi Zeferino Tchikeva Miapia, “a bomba manual reabilitada vai evitar a propagação de doenças entre a população, que antes tinha que consumir água de lugares impróprios e desprotegidos”.

Soba Embandi conta que, para chegar às bacias de recolha desregulada de água pluvial conhecidas por chimpacas, “as pessoas tinham que madrugar e percorrer grandes distâncias carregando pesos muito grandes”, uma realidade que fica agira ultrapassada.

O ancião considerou a iniciativa de “muito importante para manutenção da higiene e saúde da comunidade”.

ForAfrika é a maior organização não-governamental africana e que trabalha para criar uma África que prospera e tem feito um trabalho extensivo em Angola. Presente na inauguração da bomba de água do Bocoio, o Director Nacional da ForAfrika, Célio Njinga,  sublinhou que “esta infra-estrutura se junta às 337 bombas de água que a organização instalou no ano passado nas províncias de Benguela e Cuanza-Sul.”

“Somos africanos a trabalhar para uma África próspera. Conhecemos os nossos desafios e a melhor forma de os ultrapassar. Com conhecimento local, e em parceria com as comunidades, removemos barreiras e desenhamos programas que levam à transformação do nosso continente. Acreditamos na prosperidade dos africanos, e é com acções como as de hoje, aqui no Bocoio, que construímos passo a passo a África que queremos”.

Paula Lima, Gestora Sénior de Marketing da Coca-Cola em Angola, indicou que, com esta iniciativa, a multinacional “avança soluções que fornecem e garantem água potável gerida de forma segura às comunidades em Angola, especialmente no município do Bocoio. A nossa visão global para garantir a segurança hídrica para todos aplica-se aos nossos negócios e às comunidades e meio ambiente onde operamos. Fornecemos ingredientes e tocamos a vida das pessoas”.

“Através do JAMII, pretendemos ajudar a melhorar o acesso à água potável e proteger os nossos recursos hídricos naturais, formando parcerias significativas entre o governo, o sector privado, ONGs e comunidades locais em Angola”, disse.

Referiu ainda que, enquadrado na responsabilidade social corporativa, o objectivo é ajudar na melhoria da qualidade de vidas e proteger o meio ambiente em Angola.

Por seu lado, Tânia Jardim, Administradora de Marketing da Refriango, disse que “além do programa com a ForAfrika, em Angola a parceria com a Coca-Cola tem permitido à Refriango unir esforços para acelerar os seus projectos de sustentabilidade e, em conjunto, ampliar o impacto nas comunidades com foco na gestão da água, gestão de resíduos e empoderamento económico de mulheres e jovens”.

“Nos últimos meses, desenvolvemos projectos com parceiros locais como a Associação Nação Verde, EcoAngola ou Unesco, com quem temos promovido acções, entre as quais limpeza de praias, educação e sensibilização ambiental em escolas e comunidades e estímulo da economia circular.” Este programa “permitiu a instalação de oito ecopontos em Luanda, no início deste ano, que vão potenciar a reciclagem e reutilização de materiais como papel, cartão, vidro e plástico PET”, afirmou.

Colunistas