Connect with us

Politica

“Dezanove mil postos de trabalhos foram criados em seis meses”, diz João Lourenço

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, anunciou, nesta quinta-feira, 15, que o país criou dezanove mil empregos no primeiro semestre de 2020, numa altura que também foram registados sete mil despedimentos e catorze mil suspensões de contratos, durante a fase de covid-19.

João Lourenço que discursou ontem sobre o Estado da Nação, na abertura do ano parlamentar, sublinhou que o mercado de trabalho tem sido fortemente abalado, através da pandemia da covid-19, apesar disso, “cerca de 19 mil trabalhadores terão encontrado emprego durante o primeiro semestre, através de centros de emprego ou no contacto directo com as empresas”.

A Inspecção Geral do Trabalho registou cerca de sete mil despedimentos e mais de catorze mil suspensões de vínculos laborais, em especial, no sector da prestação de serviços, seguido pelo do comércio e indústria, educação e construção civil.

De acordo com o titular do poder executivo, mais de 61 mil jovens foram capacitados no ano passado nas escolas de formação do Sistema Nacional de Formação Profissional e no primeiro semestre de 2020 estavam já matriculados mais de 27 mil jovens.

O elevado índice de desemprego no país tem sido um dos principais obstáculos na governação do presidente João Lourenço, marcado por vários protestos de ruas, exigindo as promessas eleitorais dos 500 mil empregos à juventude.