Connect with us

Sociedade

Detidos quatro cidadãos que agrediram directora da Acção Social da Catumbela

Published

on

Encontram-se detidos quatro dos mais de dez cidadãos que agrediram, neste fim-de-semana, a Directora Municipal da Acção Social da Catumbela, Solange de Almeida.

“Já temos quatro indivíduos detidos e identificados. Lamentamos que no grupo de agressores existam pessoas de idade, um rol de moradores com este comportamento”, disse o Comandante Municipal da Catumbela, fazendo menção ao vídeo divulgado nas redes sociais em que Solange de Almeida aparece a ser espancada por vários cidadãos quando cumpria com o seu trabalho.

Armindo Chilanda avançou ainda qual a conduta esperada quando há alguma suspeita, por algum comportamento: “deve rapidamente comunicar as autoridades para que se despolete medidas de investigação. Deve-se conversar, saber de onde vem. Nunca pela primeira vista partir para a agressão”, condenou, em declarações à Tv Zimbo.

A também responsável pelo Centro de Acolhimento da Missão Católica de Santo António, no Bairro de Caputo, que abriga 79 crianças, estava em campo para recolher duas menores que haviam fugido da instituição, quando, juntamente com um técnico, foram confundidos com sequestradores de menores.

“Quando tentamos fazer o retorno fomos surpreendidos por taxistas que fecharam a estrada. Não nos deixaram falar e fomos agredidos”, narrou.

O técnico que fazia companhia foi igualmente agredido, e um mal maior só não aconteceu por terem sido reconhecidos por moradores da Catumbela.

Ambos foram atendidos no Hospital Geral de Benguela apresentando um quadro agora de estabilidade, segundo o médico local.

Em nota, a Administração Municipal da Catumbela agradece aos que agiram para que “o pior não acontecesse”.

“Lamentamos o ocorrido e agradecemos o empenho de cidadãos que intervieram para que o pior não acontecesse”, reiterando que “a Dra. Solange é uma excelente profissional, de uma experiência notável na área e, acima de tudo, de uma personalidade escrupulosa”.