Connect with us

Sociedade

Detido golpista com 14 cartões multicaixas causando prejuízo de mais 9 milhões de Kwanzas no Panguila

Published

on

Serviço de Investigação Criminal(SIC) deteve na manhã desta terça-feira, 28, na localidade do Panguila, em flagrante um jovem de 28 anos de idade, acusado no crime de uso e abuso de cartões de crédito, débito ou garantia.

Em declarações a imprensa, o porta-voz do SIC no Bengo, agente de investigação Criminal Peterson Cassule, disse que, a detenção do acusado deveu-se pelo facto deste ter estado no fila de um ATM de uma agência bancária na região do Panguila, tendo de imediato mostrado o interesse em auxiliar um cidadão idoso que tinha dificuldades em manusear o Terminal Automático Multi Caixa (ATM), onde lhe foi fornecido o referido código Pin que após a operação realizada trocou o referido cartão da mesma rede com outro idêntico.

Peterson Cassule avançou ainda que, após a denúncia, foram desencadeadas acções operativas pelo SIC no interior do mercado do Panguila onde ocorreu o facto, tendo sido possível a localização e detenção do referido cidadão, onde da revista efectuada foram apreendidos em posse do mesmo: (14) cartões multicaixa de diferentes agências bancárias, sendo: (03) BCI; (02) BFA; (02) BIC; (02) Sol; (01) FINIBANCO; (01)BAI; (01) BMF, (01) ECONOMICO e (01) BPC.

Refira-se que, no seguimento das investigações, foi possível determinar que o cidadão em causa está presumivelmente envolvido em onze crimes da mesma natureza, cujo os respectivos processos crimes correm os seus trâmites no Serviço de Investigação Criminal no Departamento de Delitos Fiscais e Financeiros. Causando um prejuízo que ronda em mais de 9 000.000.00 (nove milhões de kzs).

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Advertisement

Colunistas

© 2017 - 2022 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD