Connect with us

Sociedade

Detidas mães que tentavam traficar próprios filhos

Published

on

A informação consta do relatório do INAC, quando apresentava o balanço semanal do período de 09 a 15 deste mês de Setembro.

De acordo com a responsável do INAC, Rosalina Domingos, neste periodo, duas crianças de 13 a 10 anos de idade, foram expulsas das suas residências pelos seus pais, nos municípios de Viana e Cazenga, por alegadamente prática de feitiçaria.

Segundo o INAC, só na primeira quinzena de Setembro, foram reportados 394 casos de violação dos direitos da criança em todo país.

“De acordo com a denuncia, as crianças foram expulsas pelas suas progenitoras, casos que já estão sob ousadas das direções municipais da ação social dos municípios de Viana e do Cazenga”, disse.

Rosalina Domingos relatou também, que no mesmo período, entre 09 a 15 de Setembro, duas senhoras foram detidas por supostatentativa de tráfico dos seus próprios filhos.

O facto ocorreu no município de Luanda, no bairro Casequel, onde os efectivos do INAC recepcionaram uma denúncia de abandono e tentativa de tráfico de menores recém-nascidos.

Segundo a responsável, a mãe é uma cidadã de nacionalidade congolesa, após ter dado a luz rejeitou o bebe alegando não ter condições, pelo que uma suposta enfermeira aproveitou-se da fragilidade da cidadã e tentou vender a criança.
O INAC diz que esta tentativa foi frustrada pelo SIC com ajuda da unidade hospitalar onde a mãe estava internada.

Já no município do Kilamba Kiaxi o INAC recepcionou também, uma denuncia que faz referencia de uma mãe, que estava a comercializar a sua própria filha de aproximadamente um ano de idade.

Tão logo que o INAC teve conhecimento, manteve contacto com o SIC e imediato deteve a cidadã.

O INAC assegura que as crianças foram acolhidas em um dos lares da cidade capital, e os casos seguem os seus procedimentos normais.

Colunistas