Connect with us

Sociedade

Desvio de Kz 70 milhões leva chefe de inspecção da Saúde do Namibe e seu antecessor atrás das grades

Published

on

Inocêncio Saquelo, actual chefe de Inspecção do Gabinete Provincial da Saúde e o seu antecessor, Victorino Samuel, foram hoje, 2 de Março, condenados pelo Tribunal da Comarca de Moçâmedes pelo crime de peculato.

Os governantes foram condenados pelo desvio de 70 milhões de kwanzas do Estado, de acordo com a Rádio Nacional de Angola.

Na sequência, o tribunal determinou que o réu Inocêncio Saquelo vai indemnizar o Estado com um valor de mais de 13 milhões de kwanzas e Victorino Samuel ficará responsável por devolver mais de 60 milhões.