Connect with us

Mundo

Desmantelado grupo que roubava cadáveres para vender na Espanha

Published

on

Foi desmantelado pela polícia espanhola uma rede criminosa na região de Valência, que se dedicava ao roubo e venda de cadáveres a universidades para serem estudados.

De acordo com as autoridades, o grupo procurava corpos de pessoas que não tivessem familiares, de preferência estrangeiros ou que tivessem vivido em condições de vida precárias, e depois vendia-os por 1.200 euros cada corpo.

Segundo a imprensa internacional, a investigação começou no início de 2023, após a polícia espanhola ter conhecimento de que um corpo tinha sido retirado de um hospital de forma irregular por uma agência funerária.

Durante as diligências policiais, nas quais foram feitos “numerosos inquéritos”, foi possível apurar que “dois empregados da agência funerária, depois de falsificarem documentos, se tinham apoderado de um corpo na morgue do hospital e o tinham transferido para uma universidade para estudo, em vez de o enterrarem”.

Num outro caso, um homem, que se encontrava internado num lar de idosos, terá aceitado doar o seu corpo três dias antes da sua morte.

A autoridade descobriu ainda várias irregularidades nas cremações dos corpos doados, que estavam a cargo das universidades e eram efectuados pela agência funerária.

Entretanto, os responsáveis da agência funerária foram detidos, bem como dois trabalhadores, acusados dos crimes de burla e falsificação de documentos.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *