Connect with us

Sociedade

Desmantelada rede que tentou colocar mais de USD 900 mil falsos no mercado

Published

on

Foi desmantelada uma rede de cidadãos, entre 37 a 45 anos de idade, dos quais duas mulheres, foi detida, no fim-de-semana, no Lubango, província da Huíla, pela Polícia Nacional, em posse de 960 mil dólares norte-americanos.

Os valores foram encontrados com os acusados no Lubango, em saco com nove lotes de USD 100 mil cada e 30 mil separados, ao passo que os outros 30 mil em caixa de telemóvel, numa residência do município da Humpata.

Ao fazer a apresentação dos suspeitos, o porta-voz da PN na Huíla, inspector-chefe Fernando Tongo, disse que os cidadãos em causa foram detidos no sábado e no domingo, no interior de uma residência, no bairro Lucrécia, na cidade do Lubango.

Afirmou ter sido uma detenção feita pelo Departamento de Investigação de Ilícitos Penais na Huíla, em coordenação com a Unidade de Reacção e Patrulhamento.

Declarou que os suspeitos, juntamente com duas senhoras, residentes em Luanda e no município do Lubango, foram detidos no momento em que traçavam estratégias para introduzir os valores no sistema financeiro local e assim trocar com notas verdadeiras.

Fernando Tongo realçou que em interrogatório, os suspeitos disseram que o dinheiro falso é de um cidadão nigeriano, que supostamente garantiu-os que ficariam com a metade do valor, caso conseguissem introduzi-lo no mercado local.

Salientou ter sido apurado que às notas em questão têm como proveniência as províncias de Luanda e Benguela.
Fez saber que diligências prosseguem para a localização e detenção do suposto fornecedor, residente em Luanda e outras pessoas envolvidas, pois trata-se de uma “rede compacta”.