Connect with us

País

Desactivado sistema de emissão do Cartão do Munícipe

Published

on

Há mais de um mês que está inoperante o sistema informático do Balcão Único de Atendimento ao Público, que permite tratar determinados documentos da administração local do Estado, com destaque para o Cartão do Munícipe.

São vários os relatos de cidadãos que se queixam da inoperância do sistema informático do BUAP, o que tem criado constrangimentos àqueles que procuram as respectivas administrações locais para aquisição dos documentos.

O cidadão Domingos Miguel, residente no Município do Cazenga, disse ao Correio da Kianda, que em várias ocasiões dirigiu-se a Administração distrital do seu Bairro, no Kalawenda, para tratar o Cartão do Munícipe, mas que a resposta tem sido a mesma, há mais de um mês: “Não tem sistema”.

Naquele posto da Administração local do Estado, os técnicos confirmaram ao Correio da Kianda, a falha do sistema há pelo menos 15 dias.

Outro cidadão, que entretanto não se identifica, revelou que está de mãos atadas por causa do seu casamento, visto que no seu Bairro, em Cacuaco, no BUAP já não atendem e o Cartão do Munícipe é um dos requisitos para dar entrada do seu processo na Conservatória de Registo Civil.

“Se não estavam preparados, que não implementassem esse tal cartão de Munícipe!. Está a nos criar constrangimentos”, desabafou agastado.

Josefa da Silva reside no bairro Murro Bento II. Disse ao Correio da Kianda que passou por vários postos do BUAP em Talatona até lhe ser indicada o posto que se encontra próximo da Universidade Independente de Angola, onde conseguiu encontrar sistema e emitir o seu cartão de munícipe.

Entretanto, em uma nota de imprensa enviada ao Correio da Kianda, o Ministério da Administração do Território confirma a inoperância do sistema, e aconselha os cidadãos a recorrerem às respectivas administrações municipais para solicitar o Atestado de Residência.

A nota de imprensa começa por justificar a inoperância do sistema com as operações de adequação do sistema BUAP, que estão a ser feitas para o alargamento das suas funcionalidades, visando a integração de novos serviços como a renovação do Cartão do Munícipe e o pedido de segunda via do Bilhete de Identidade.

Outra operação em curso, adianta ainda o MAT, é a sincronização dos dados do BUAP com o sistema Central de base de dados.

Por esta razão “o Ministério da Administração do Território lamenta pelos transtornos causados e reitera o seu compromisso de tudo fazer para superar os constrangimentos e garantir o normal funcionamento dos serviços”.

“Enquanto isso, os cidadãos podem dirigir-se às administrações Municipais para tratar os documentos que pretendam, incluindo o Atestado de Residência”, lê-se no documento.