Connect with us

Diversos

Denúncia: cidadãos estrangeiros acusados de pesca proibida na Samba

Published

on

A proibição da captura de espécies de peixes em fase de crescimento continua a ser desrespeitada por pescadores nos mares de Luanda. Situação que, a semelhança da capital do país, tem estado a ocorrer também em outras províncias.

Em denúncias enviadas à redação do Correio da Kianda, pescadores e moradores da Samba afirmam que cidadãos de nacionalidade são-tomense estariam a capturar peixes proibidos no mar da Mabunda, sob o olhar da fiscalização e das capitanias da Samba e do Mussulo, que, supostamente, segundo avançam, têm estado a ser coniventes e subornados com valores monetários, de forma a não impedirem esta prática.

Nos últimos dias, segundo denunciam, tem sido visível ao longo de toda costa marítima a captura do peixe em fase de crescimento, com principal destaque a espécie Manjua, criação de sardinha em fase de crescimento, proibida pelas autoridades angolanas.

Peixe proibido a ser vendido na Mabunda

De acordo com a nossa fonte, os cidadãos são-tomenses que estão a realizar a pesca proibida na Samba, já actuavam em Cacuaco, mas segundo a denúncia, foram expulsos, tendo então migrado para a Mabunda.

“Eles trazem mais de dez chatas de crias por dia! É muita perda pra os nossos mares”, lamenta o denunciante, clamando por ajuda.

Uma matéria, que o Correio da Kianda irá dar segmento nos próximos dias, trazendo outros desenvolvimentos da pesca de peixes proibidos, que, supostamente, continua a ser realizada nas praias de Luanda, com a aparente conivência da fiscalização.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *