Connect with us

Partidos Politicos

Delegados de lista ameaçam invadir sede do PRS no Cuanza-Sul

Published

on

Os mais de 360 delegados de lista do Partido de Renovação Social (PRS) no Cuanza Sul tentaram, esta quarta-feira, invadir a sede provincial do partido para exigir o pagamento do serviço prestado durante as eleições gerais de 24 de Agosto.

Durante a manifestação, os delegados de lista recrutados pelo PRS ameaçaram, igualmente, invadir as residências dos principais responsáveis do partido na província, assim como apresentar queixa-crime aos órgãos de justiça.

Em declarações à imprensa, o representante dos delegados de lista do PRS, Vladimir da Silva, disse que o partido prometeu pagar pelo serviço prestado a semana passada, sendo que até ao momento não justificou as razões do atraso.

“Já se passaram vários dias desde a realização das eleições mas infelizmente não se vê a cor do dinheiro. A sede da organização está fechada e não sabemos a quem pedir contas. Somos no total 369 delegados de lista e o mais agravante é que não sabemos a quantia monetária a que temos direito”, salientou.

Entretanto, o secretário municipal do PRS no Sumbe, João Limas, justificou que o primeiro secretário do partido na província, César Cahombo, encontra-se em Luanda com o objectivo de resolver a situação.

“Pedimos calma e serenidade aos delegados de lista, pois tudo será resolvido nos próximos dias. A direcção do partido está na capital do país precisamente para resolver este problema”, acrescentou.

Nas eleições gerais, o Cuanza Sul contou com 849 assembleias de voto e foram cadastrados 747 mil e 68 eleitores.

Colunistas